Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Consórcio garante início das obras de ampliação e modernização do aeroporto de Passo Fundo

Projeto básico será apresentado em até 30 dias, com ajustes na recuperação da pista de pouso e decolagens

Publicação:

A foto mostra a fachada do Aeroporto Lauro Kortz, de Passo Fundo, com carros estacionados na frente.
Valor previsto para elaboração do projeto e execução das obras é de R$ 43,2 milhões - Foto: Alex Borgmann/Prefeitura de Passo Fundo
Por Lucas Barroso/Ascom SGGE

Nesta terça-feira (23/6), o consórcio Traçado-Engelétrica confirmou ao governo do Estado que finalizará o projeto básico e realizará as obras de qualificação do Aeroporto Lauro Kortz, em Passo Fundo.

Vencedor da licitação realizada no fim de 2018, o consórcio deverá apresentar o novo projeto em até 30 dias. Após a análise do conteúdo por parte da equipe técnica do governo e da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, iniciam-se os trabalhos de ampliação e modernização do aeroporto, que devem durar em torno de 12 meses, sendo oito para as obras de pavimentação, drenagem e sinalização.

As obras estavam programadas para começar no segundo semestre do ano passado, mas não ocorreram por um impasse em relação à proposta de recuperação da pista de pouso e decolagem, que estava em desacordo com o previsto no anteprojeto.

“O que gerou esse debate técnico foi, principalmente, a utilização de camada com asfalto polímero, um item que garantirá uma maior durabilidade para o piso. Nós e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que também faz parte do processo, fizemos questão de mantê-lo. O consórcio compreendeu nosso pedido, e nós entendemos o momento e as questões financeiras que poderiam afetar suas rotinas de trabalho”, afirmou o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Claudio Gastal. “Isso é diálogo. O importante é que conseguimos garantir a retomada dessa obra para a região de Passo Fundo.”

O valor previsto para a elaboração do projeto e execução das obras, que preveem novo terminal, novo pátio para estacionamento das aeronaves e qualificação da pista de pouso e decolagens, é de R$ 43,2 milhões. Os recursos são da União, com contrapartidas do Estado. “Com o novo projeto pronto, vamos criar um cronograma para monitorar e acompanhar o andamento dos trabalhos. Queremos que o aeroporto atenda aos anseios da população”, projeta o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella.

Secretaria de Logística e Transportes