Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Costella apresenta projetos de logística em Caxias do Sul

Entre as ações do Estado, secretário destacou Plano de Obras e parcerias para desenvolver o setor

Publicação:

Costella palestrou na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul
Costella palestrou na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul - Foto: Alvaro Bitencourt/Ascom Selt
Por Raphael Nunes, com supervisão de Júlio Cunha Neto/Ascom Selt

O secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, palestrou na tarde desta terça-feira (19/11), em Caxias do Sul, para lideranças
empresariais e políticas da região.

Painelista do tema "Estratégias do governo do Estado para a melhoria dos processos logísticos no Rio Grande do Sul", Costella abordou em sua
apresentação, as obras de infraestrutura rodoviária incluídas no Plano de Obras 2019 e as políticas para o fortalecimento de aeroportos e
hidrovias.

O secretário deu ênfase aos serviços que estão sendo executados na Serra Gaúcha, como a conclusão do acesso ao bairro Forqueta e do trevo de
Fazenda Souza - ambos em Caxias do Sul. "Nosso trabalho é direcionado à segurança dos usuários das rodovias, especialmente na redução de
acidentes e na preservação da vida dos motoristas", frisou Costella, que citou, também, a recuperação da ERS-122 e a manutenção de estradas
como a ERS-446, a RSC-453, a VRS-813 e a VRS-827, em Linha Temerária.

O titular da pasta de Logística e Transportes salientou a importância do novo modelo de parcerias lançado pelo governo estadual para a
qualificação da infraestrutura de transportes. Além das concessões da RSC-287 e da ERS-324 - cujos editais devem ser lançados ainda este ano -,
o secretário adiantou que novos lotes deverão incluir estradas da Serra, como a ERS-122, RSC-453, ERS-115 e ERS-235. "Essas estradas, hoje, são
administradas pela EGR, mas há a intenção de, gradualmente, concedê-las à iniciativa privada", completou.

Costella também mencionou os projetos de desenvolvimento da aviação regional – que viabilizaram seis novos voos regulares nos aeroportos do
interior – e do modal hidroviário. "Recebi, pessoalmente, a informação do ministro Tarcísio de Freitas de que R$ 88 milhões serão destinados
para obras de ampliação e modernização dos aeroportos de Santo Ângelo e Passo Fundo", ressaltou. "Além disso, trabalhamos fortemente com a
possibilidade de concessão do Aeroporto Hugo Cantergiani, em Caxias."

Secretaria de Logística e Transportes