Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Estado avança na recuperação da RSC-471, na região Centro-Sul do RS

Corredor de exportação recebe novo aporte de R$ 2,1 milhões para obras em direção a Pantano Grande

Publicação:

A foto mostra obras de recuperação da rodovia RSC-471
Atividades incluem substituição do pavimento danificado em pontos críticos, sinalização e corte da vegetação - Foto: Divulgação/Daer
Por Susana Goerck - ACS Daer

O Governo do Estado iniciou mais uma frente de obras para a recuperação da RSC-471, na região Centro-Sul. Após a conclusão dos serviços entre a BRS-292 e a localidade de Coronel Prestes, em Encruzilhada do Sul, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) - vinculado à Secretaria de Logística e Transportes -, prossegue com os trabalhos em direção a Pantano Grande.

Para as ações nesse trecho, serão destinados R$ 2,1 milhões do Tesouro do Estado. Com o novo aporte de recursos, a soma chegará a R$ 6,8 milhões em investimentos em 110 quilômetros da rodovia.

A foto mostra diversos equipamentos realizados para o trabalho na rodovia.

A previsão é de que as obras sejam concluídas até o final do ano. - Foto: Divulgação/Daer

“É um dos nossos principais corredores de exportação, o que justifica o avanço das obras para a melhoria contínua das condições de trafegabilidade”, ressalta o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costela. “Essas ações são estratégicas para o escoamento da produção das regiões Norte e Nordeste até o Porto do Rio Grande”, complementa.

As atividades estão concentradas nos pontos mais críticos, onde o pavimento danificado será removido para a implantação de um novo.  A superfície da pista também será nivelada onde há deformidades.

De acordo com o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino, a expectativa é de que as obras na RSC-471 sejam concluídas até o final do ano.

“Vamos priorizar um segmento de 37 quilômetros em Encruzilhada do Sul, onde há maior necessidade de intervenções. Porém, as obras se estenderão até Pantano Grande, incluindo a sinalização e o corte da vegetação às margens de todo o trecho”, detalha o dirigente.

Secretaria de Logística e Transportes