Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Obras na ERS-168 são retomadas nesta quarta-feira

Recuperação da rodovia integra as ações do Plano de Obras anunciado pelo Governo do Estado em 2019

Publicação:

Desde a manhã desta quarta-feira (18), as máquinas já executam os trabalhos na pista
Desde a manhã desta quarta-feira (18), as máquinas já executam os trabalhos na pista - Foto: Luiz Henrique/Empresa Alegretense
Por Raphael Nunes, com supervisão de Álvaro Bitencourt

A recuperação da ERS-168 teve início na manhã desta quarta-feira (18/03). Os serviços que estão sendo realizados atenderão 44 quilômetros entre os municípios de Santiago e Bossoroca - ambos considerados um importante corredor entre as regiões Central e das Missões.

Coordenados pela Secretaria de Logística e Transportes e pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), os trabalhos irão se dividir em duas frentes. Nos sete quilômetros mais críticos da ERS-168, será realizada a recuperação total do trecho rodoviário. Já nos 37 quilômetros restantes, serão realizados serviços de manutenção do pavimento da pista.

O secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, destaca a importância dessa ação para o desenvolvimento da região. "Nosso objetivo é devolver as condições de trafegabilidade e segurança a essa rodovia", afirma. "Sempre compartilhamos da preocupação da comunidade e, mesmo diante de um cenário de crise financeira, reunimos nossos esforços para disponibilizar recursos necessários à execução da obra."

Recuperação da rodovia representará desenvolvimento para as regiões Central e das Missões
Recuperação da rodovia representará desenvolvimento para as regiões Central e das Missões - Foto: Luiz Henrique/Empresa Alegretense

De acordo com o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino, além da disponibilidade orçamentária, a autarquia realizou um levantamento para garantir a aplicação das melhores soluções na estrada. "Em conjunto com o nosso corpo técnico, fizemos um estudo criterioso na ERS-168, para garantir que sejam aplicadas desde intervenções mais profundas até reparos localizados", explicou o dirigente.

A obra conta com investimento de R$ 5 milhões - recursos próprios do Estado - e deverá ser concluída nos próximos meses.

Secretaria de Logística e Transportes