Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Pavimentação do acesso a Sertão Santana facilitará o acesso à BRS-116

Rodovia está em fase de sinalização, a última antes da entrega da obra

Publicação:

A foto mostra a pavimentação da ERS-713.
Aproximadamente R$ 12,2 milhões foram investidos nos serviços da ERS-713 - Foto: Divulgação Daer
Por Liana Ramos Carvalho

Mais um acesso municipal está prestes a ser concluído no Rio Grande do Sul. Desta vez, é a ligação asfáltica a Sertão Santana, na Costa Doce do estado. A obra, executada pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) - autarquia vinculada à Secretaria de Logística e Transportes -, consiste na pavimentação dos oito quilômetros restantes do total de 14,6 da ERS-713.

De acordo com o secretário Juvir Costella, o asfalto já está finalizado em todo o trajeto que liga o município à BRS-116.

“Essa obra também beneficia o deslocamento de comunidades próximas, como Mariana Pimentel, Barão do Triunfo e Cerro Grande do Sul”, acrescenta. “Será uma rota importante para o escoamento da produção regional até o Porto do Rio Grande, tornando o transporte mais barato e impulsionando a economia”, afirma Costella.

Com a pavimentação pronta, já tiveram início os serviços de sinalização, como pintura das faixas e instalação de placas - trabalho que deve ser concluído até o final de janeiro.

De acordo com o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino, foram empregados cerca de R$ 12,2 milhões para retomar os serviços na ERS-713. Os recursos são oriundos do Tesouro do Estado, em contrapartida ao financiamento do BNDES para as obras de duplicação na ERS-118, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

“É um grande investimento, que, certamente, repercutirá de forma positiva nas finanças das cidades da região”, projeta o dirigente. “Essa é mais uma entrega do governo do Estado, que tem como objetivo finalizar os acessos municipais cujas obras estavam paralisadas. A intenção é mudar o panorama da malha rodoviária, entregando à comunidade demandas solicitadas há décadas”, salienta Faustino.

Secretaria de Logística e Transportes