Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Plano Estadual de Logística de Transportes (PELT-RS)

A foto mostra um caminhão e diversos carros trafegando nos dois sentidos de uma rodovia pavimentada.
-

O Plano Estadual de Logística de Transportes (PELT-RS) tem por objetivo diagnosticar as deficiências e gargalos do sistema logístico estadual, definir cenários futuros e as estratégias de intervenção pública e privada voltadas à articulação física do Estado e à reorganização das suas cadeias logísticas. A meta é alcançar o equilíbrio entre os diferentes modais de transporte: rodoviário, ferroviário, hidroviário, aeroviário e dutoviário.

O PELT-RS orientará o desenvolvimento logístico do estado até 2039 e, principalmente, internalizará ferramentas de planejamento adequadas para a implementação de um sistema de planejamento dinâmico e perene. Assim, o estudo propiciará o diagnóstico de demandas e o redirecionamento constante de políticas, tornando permanente o planejamento do sistema logístico estadual.

RESULTADOS

Os estudos dos investimentos propostos até 2039 resultaram em 114 obras, como mostra a divisão abaixo:

- Rodoviário: Aumento de capacidade/duplicação de 3.309 km de rodovias. Total: 72 obras.
- Hidroviário: Implantação de 380 km de novos trechos hidroviários e manutenção dos demais 776 km. Além da construção/remodelação de 13 terminais hidroviários. Total: 17 obras.
- Ferroviário: Construção de 929 km de linhas férreas e restauração de 1.950 km dos trechos existentes. Além da construção de seis terminais ferroviários. Total: 15 obras.
- Aeroviário: Aumento de pista e/ou de terminais de passageiros em dez aeroportos. Total: 10 obras.

Os investimentos propostos são de R$ 36,8 bilhões, divididos da seguinte forma:

- Rodoviário: R$: 25,8 bilhões
- Ferroviário: R$: 8,2 bilhões
- Aeroviário: R$: 2,4 bilhões
- Hidroviário: R$: 400 milhões

Arquivos anexos

Secretaria dos Transportes